Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

segunda-feira, 4 de março de 2013

Dica CFSD PM 2013" Clima" As Massas de AR



As massas de ar são grandes porções de ar que apresentam condições internas de temperatura, pressão e umidade relativamente homogêneas, influenciadas pela região onde são formadas.
Massas equatoriais. – sua formação ocorre nas baixas latitudes, na região próxima da linha do Equador, entre 5° Norte e 5° Sul. Apresentam temperaturas elevadas, quando formadas em áreas oceânicas são úmidas; se formadas em regiões continentais, são menos úmidas.

Massas tropicais. – suas regiões de origem são nas áreas próximas aos trópicos de Capricórnio e Câncer, entre as latitudes 25° e 30° tanto no hemisfério norte como no hemisfério sul. São massas de ar bastante úmidas, no entanto, se formadas em áreas continentais, normalmente, são secas.

Massas polares. – formam-se nas regiões próximas aos pólos Sul e Norte, sempre em latitudes superiores a 50° e por esses aspectos, são extremamente frias. A polar continental é mais fria e mais seca; a oceânica é mais úmida.


Para o território brasileiro, as mais importantes massas de ar são:

- Massa equatorial atlântica (mEa) – Localiza-se na parte litorânea da Amazônia, em certos momentos do ano também se localiza no Nordeste. Tem seu centro de origem no oceano Atlântico. A massa equatorial atlântica é quente e úmida.

- Massa equatorial continental (mEc) –É uma massa quente e úmida. Localiza-se na porção noroeste da Amazônia, fica praticamente todo o ano. É a única continental (que se localiza acima dos continentes) úmida no globo, pois, como regra geral, as massas de ar oceânicas são úmidas e as continentais secas. Sua umidade pode ser explicada principalmente por causa da presença da floresta Amazônica. Tem o centro de origem na parte ocidental da Amazônia

- Massa Tropical atlântica (mTa) – Quente e úmida, originária do oceano Atlântico nas imediações do trópico de Capricórnio ( que passa pela cidade de São Paulo), tem uma enorme influência sobre a parte litorânea do Brasil (do nordeste até o sul).

- Massa tropical continental
(mTc) – Originário na depressão do Chaco (parte da Argentina e do Paraguai) abrange uma área de atuação muito limitada. Ela é quente e seca.


- Massa polar atlântica (mPa) – Tem suas origens nas porções do oceano Atlântico próximas a Patagônia (sul da Argentina). É uma massa de ar fria e úmida. Ela se atua mais no inverno, quando penetra no Brasil sob a forma de frente fria, provocando chuvas e declínio da temperatura.

O fenômeno "Friagem"

Friagem é a queda brusca de temperatura, com ventos razoavelmente frios. Pode ocorrer mais de uma vez na Amazônia ocidental, de maio a agosto. O fenômeno climático é conseqüência da penetração das massas de ar polar atlântica, passando pelas bacias hidrográficas do Prata e do Paraguai, quando recebe o ar frio das regiões de clima temperado da América do Sul.

O tempo mínimo de duração é de três a quatro dias. Este fenômeno é potencializado pelo homem pois quando havia floresta, a passagem do ar polar era dificultada, mas como o homem devastou as florestas o ar polar passa com muita facilidade. As principais conseqüências da "friagem" na Amazônia são humanas como, por exemplo, os problemas de saúde decorrentes das baixas temperaturas e a baixa sensação térmica.

CFSD PMMG 2013
Remuneração R$ 3.182,00


Clique abaixo para adquirir sua apostila:

 






  Transformando Sonhos em Realidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário