Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

quarta-feira, 13 de março de 2013

Habemus Papam: Temos Papa

  Novo Papa é argentino

“Habemus Papam”


legenda da imagem

Às 18h06 (hora de Lisboa) saiu o fumo branco pela chaminé da Capela Sistina, onde os Bispos da Igreja Católica se reuniram em Conclave, anunciando ao mundo e aos católicos que Bento XVI tem um sucessor. 

A Cadeira de São Pedro tem um novo ocupante. Previsto para as 16h30 (hora de Lisboa) foi com um atraso de cerca de hora e meia que se tornou visível o sinal aguardado por milhares de fiéis, na Praça de São Pedro e em todo o mundo pela televisão e redes sociais.

Mal o fumo escapou pela chaminé, os sinos da Basílica de São Pedro repicaram em anúncio da eleição do sucessor de Pedro.

O novo Papa iguala assim a eleição do seu antecessor, o Papa Emérito Bento XVI, também ele eleito ao segundo dia após quatro votações.

A identidade do escolhido e o nome apostólico que escolheu será conhecido em breve quando o novo líder de milhões de católicos for anunciado na varanda da Basílica de São Pedro.

De seguida, será o próprio que surgirá perante a multidão reunida na Praça de São Pedro para dar a sua bênção “Urbi et Orbi”, à cidade e ao mundo.

Questão que não ficou esclarecida e certamente se não conhecerá em todo a sua dimensão será a razão do atraso da votação.

O conclave dos 115 cardeais reúne-se desde terça-feira com a missão de escolher o sucessor de Bento XVI, que resignou ao papado no dia 28 de fevereiro.

É a primeira vez nos últimos 600 anos que coexistem um Papa Emérito com um Sumo Pontífice.


Pio XII foi o Papa eleito mais rapidamente

O tempo médio dos conclaves dos séculos XX e XXI para o ocupante da cadeira de Pedro foram de quatro dias e ter até sete votações.

Entre 1903 e 2005 – quando foi realizado o último conclave que elegeu o então papa emérito –, nove pontífices foram eleitos. As eleições de Pio X e Pio XI foram as mais longas do período, com duração de cinco dias.

A mais curta foi a do Papa Pio XII, que conseguiu ser concluída em apenas três votações e em dois dias. Bento XVI também foi eleito em dois dias, mas com quatro votações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário