Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Mais uma da Rede Globo contra a Polícia Militar e a favor da bandidagem.


Tropa do Bope canta grito de guerra que faz apologia à violência.

Música prega a morte de agressor e fala em 
comemoração no quartel.

Uma tropa do Batalhão de Operações Especiais, o Bope, foi flagrada cantando um grito de guerra que faz apologia à violência durante um exercício de corrida nas ruas do Rio. O vídeo foi gravado na semana passada, no parque Eduardo Guinle, que fica logo abaixo da sede do Bope, ao lado do Palácio Laranjeiras, a residência oficial do governador, na Zona Sul da cidade.

Os soldados aparecem correndo sem camisa e gritam respondendo a um líder, que entoa os seguintes versos: ‘É o Bope preparando a incursão / E na incursão / Não tem negociação / O tiro é na cabeça / E o agressor no chão. / E volta pro quartel / pra comemoração’.

O parque possui brinquedos e é muito frequentado por crianças. Uma moradora, que pede para não ser identificada, costuma brincar com as filhas no local e discorda do repertório do Bope. “Eu acho errado que uma corporação do estado, que está aí para prover a segurança para o cidadão, espalhe uma cultura extremamente violenta, pesada, de guerra. Acorda as pessoas às 7h, falando que a missão é entrar pela favela e deixar corpo no chão”, reclama. Outros moradores, porém, apoiam os soldados: “Acho até bacana. É um incentivo. Sinceramente, não me afeta em nada. Acho tranquilo. Para mim, não tem o menor problema”.

O sociólogo Ignacio Cano, estudioso de assuntos ligados à violência, comentou o vídeo. “É lamentável a comemoração da morte de uma pessoa e a intenção de matar que fica clara com a ideia de tiro na cabeça. Música violenta não necessariamente implica em ação violenta, mas música violenta legitima a violência, estimula e transmite a doutrina de que objetivo da policia é guerra, é combater o inimigo, é deixar o agressor no chão. Esse não é o objetivo da polícia. O objetivo da polícia é preservar direitos e preservar vidas”, destaca.

No filme ‘Tropa de elite’, inspirado no cotidiano do Bope, uma tropa de aspirantes à corporação entoa outro grito de guerra que faz alusão à violência: ‘Homens de preto, / Qual é a sua missão? / Entrar pela favela / e deixar corpo no chão’. Ignacio compara esses gritos aos funks proibidões. Algumas dessas músicas falam na morte de policiais e glorificam traficantes e facções criminosas. “Essa seria a versão policial do proibidão, que reforça essa lógica da guerra, do extermínio do inimigo. Se esses mesmos cânticos são proibidos quando são cantados por meninos da comunidade, certamente não é a polícia que deveria fazer esse tipo de apologia”, acredita o especialista.

O coronel Jorge da Silva, ex-chefe do Estado-Maior da Polícia Militar e professor de sociologia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, questiona quem autorizou o exercício. “Não foi uma manifestação espontânea. Toda tropa da Polícia Militar, quando sai, ela sai a comando de alguém. Então a responsabilidade pelo que estava acontecendo ali é da pessoa que estava comandando aquele grupo”, diz.

O Jornal das Dez solicitou uma entrevista com o comandante do Bope, o coronel René Alonso, mas o pedido foi negado. Em nota, a assessoria de imprensa da polícia afirma que a prática de cantar músicas de apologia à violência é proibida e que o responsável pelo exercício será responsabilizado pelo ato. A nota diz ainda que o Bope tem como valor maior a preservação da vida e que é voltado para operações de pacificação. As canções, segundo o texto, são muito antigas e não condizem com o momento atual do Bope.
  Transformando Sonhos em Realidade

 

quinta-feira, 30 de maio de 2013

E na contra mão dos promotores, Senado aprova dar mais poder de investigação para delegados

O Senado aprovou ontem um projeto que amplia os poderes de investigação dos delegados de polícia, que poderão ter ampla autonomia na condução de inquéritos.
 
Segundo senadores contrários à proposta, ela reduz as atribuições do Ministério Público ao permitir que os delegados não atendam pedidos ou orientações dos procuradores e dos promotores.
 
Com a aprovação, o projeto segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. Ex-procurador da República, o senador Pedro Taques (PDT-MT) disse que um dos artigos do projeto permite "livre convencimento" aos delegados, prerrogativa que lhes permite recusar pedidos do Ministério Público.
 
Apesar de não compararem o projeto com a PEC 37, proposta de emenda constitucional que tira o poder de investigação do Ministério Público, os senadores contrários ao projeto afirmam que o texto enfraquece a atuação de promotores e procuradores.
 
A PEC concede o poder de investigação apenas às polícias civis e federal, mas possibilita aos procuradores solicitar ações no curso do inquérito policial e supervisionar a atuação da polícia.
 
A proposta está em discussão na Câmara, que criou um grupo de trabalho para debater eventuais modificações. O texto deve ser votado no dia 26 de junho pelos deputados. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu ontem à cúpula do Congresso para que a proposta não prospere no Legislativo.
 
O projeto afirma que cabe ao delegado de polícia conduzir as investigações criminais com autonomia para requisitar perícias, documentos e dados "que interessem à apuração dos fatos".
 
Os delegados também podem, segundo o projeto, conduzir as investigações de acordo com seu "livre convencimento técnico-jurídico" e os inquéritos somente podem ser "avocados ou redistribuídos" por superior hierárquico.
 
Relator do projeto, o senador Humberto Costa (PT-PE) nega que o projeto interfira em qualquer ação do Ministério Público. "Estamos definindo garantias e deveres do delegado quando ele estiver à frente do inquérito. As competências do Ministério Público estão preservadas", disse.

  Transformando Sonhos em Realidade
 

terça-feira, 28 de maio de 2013

Termina Hoje as incrições para concurso Assistente Administrativo PMMG

Concurso da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais 
1.300 vagas 
Assistente Administrativo (nível médio). 
Inscrições até 28 de Maio.

Adquira sua Apostila e saia na frente:
 
Apostila Impressa e em Áudio MP3
 
 
 
  Transformando Sonhos em Realidade
 

sábado, 25 de maio de 2013

Cruzeiro surpreende e, segundo internautas, é o favorito no Brasileiro. Sport TV

Time celeste, que investiu pesado em contratações nesta temporada, fica em primeiro lugar em enquete realizada pelo 'Arena SporTV'

Dagoberto gol Cruzeiro (Foto: Washington Alves / VIPCOMM)Dagoberto comemora bom momento celeste com os companheiros (Foto: Washington Alves / VIPCOMM)
 
Nada melhor que uma rivalidade estadual para um time correr atrás da melhora do seu desempenho. A campanha do Atlético-MG no Brasileiro de 2012, quando foi vice-campeão, serviu de mola propulsora para o Cruzeiro sair em busca de reforços para o elenco. Incomodados com o pífio desempenho no Nacional do ano passado, quando o time ficou apenas na 9ª posição, os dirigentes do clube celeste partiram para uma reformulação.

A equipe investiu pesado para ter o zagueiro Dedé, considerado um dos melhor do futebol nacional. Além disso, conta com nomes de bastante peso em seu plantel, casos de Diego Souza, Dagoberto e Borges. E algumas apostas, como Everton Ribeiro e Egídio. Com isso, ficou perto de desbancar o rival no Estadual. 

O Cruzeiro chegou a ficar 15 jogos sem perder no Mineiro, só que no primeiro jogo da final, perdeu por 3 a 0. Até venceu a partida de volta, mas os 2 a 1 foram insuficientes e o time acabou ficando sem o título. Só que a torcida “comprou” o espírito da equipe. Em enquete realizada pelo “Arena SporTV”, que alcançou 136 mil votos, os torcedores do Cruzeiro surpreenderam e com 40,53% a equipe dirigida por Marcelo Oliveira foi considerada a favorita para levantar a taça do Brasileirão nesta temporada (veja o resultado da votação).

A disputa, como em toda grande rivalidade, foi acirrada. Os atleticanos fizeram valer o grande momento do time em campo. Melhor equipe da Libertadores até aqui, o Galo abateu adversários com goleadas na fase de grupos, atropelou o São Paulo nas oitavas de final e, na última quinta-feira, quando tudo parecia perdido depois de levar 2 a 0 do Tijuana, se tornou o único adversário a fazer gol nos mexicanos atuando em Tijuana. Tudo isso com um futebol ofensivo e um grande poder de marcação. Por tudo isso, teve 29,86% dos votos.
  Transformando Sonhos em Realidade

Os outros concorrentes aparecem bem atrás. O Corinthians, atual campeão mundial e da Libertadores, não ficou nem entre os três primeiros. O Grêmio, de Vanderlei Luxemburgo, terceiro colocado em 2012, ficou na mesma posição na enquete: teve 4,71%. Mas o ano de 2013 não tem sido dos melhores para o tricolor gaúcho. O clube contou com um alto investimento, mas ainda não rendeu o esperado. Trouxe Hernán Barcos, André Santos e Eduardo Vargas (os dois últimos por empréstimo), mas não obteve o resultado que os torcedores queriam. Foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores pelo modesto Santa Fé, da Colômbia e não conseguiu nem lutar pelo Estadual, vencido pelo rival Internacional (foi eliminado nas quartas de final do primeiro turno e na semifinal do segundo).

 

Concurso Ministério da Saúde edital com 265 vagas salários de até 6,7 mil

Ministério da Saúde abre edital com 265 vagas e oferece salários de até 6,7 mil


Com a responsabilidade do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), foi publicado o edital de abertura do concurso público 004/2013 do Ministério da Saúde (MS), voltado ao provimento de 265 vagas de nível superior. O documento consta na Seção 3 do Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 19.

De acordo com dados do certame, as oportunidades visam atender ao Plano Geral de Cargos do Poder Executivo, à Carreira da Previdência, Saúde e Trabalho e também aos cargos pertencentes à lei nº. 12.277, de 30 de junho de 2010 e serão distribuídas entre os Estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

A informação é de que os interessados poderão concorrer às vagas de Analista Técnico Administrativo PGPE I e II, Administrador, Bibliotecário e Contador, que ofertam salários de R$ 3.981,41, bem como de Economista, Engenheiro Civil e Engenheiro Eletricista, com remuneração de R$ 6.722,34.

Em todos os casos a jornada de trabalho será de 40h semanais e, segundo o Ministério, do total de postos disponibilizados, 5% será destinado a pessoas com deficiência.

  Transformando Sonhos em Realidade
Para concorrer bastará possuir graduação de ensino superior na área do cargo pretendido e efetuar inscrição entre os dias 26 de abril e 17 de maio pelo endereço eletrônico www.cespe.unb.br. A taxa de participação será de R$ 80,00 e a isenção será concedida apenas à pessoa que esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e que seja membro de família de baixa renda, nos termos do Decreto nº 6.135, de 2007.

A organizadora da seleção esclarece que haverá prova objetiva de conhecimentos básicos (P1) com 50 questões e de conhecimentos específicos (P2) com 70 questões, assim como prova discursiva (P3) composta de redação dissertativa com até 30 linhas. Todas as etapas terão caráter eliminatório e classificatório e acontecerão nas 27 capitais das unidades da Federação.

As avaliações estão previstas para 7 de julho, na parte da manhã e a partir de 28 de junho será divulgado no DOU um informativo com a confirmação de data, local e horário.
Fonte: www.in.gov.br.

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Bônus de 10 mil para Policial que reduzir o Crime!

Alckmin cria bônus para policial que diminuir criminalidade

Policiais terão metas de redução de crimes em sua área de trabalho.
Projeto prevê bônus de até R$ 10 mil.


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou nesta quarta-feira (22), em entrevista ao Bom Dia São Paulo, o pagamento de bônus aos policiais civis e militares que conseguirem reduzir os índices de criminalidade em suas áreas de atuação. O bônus será de R$ 4 mil semestrais para cada policial, mas poderá chegar a R$ 10 mil.

As metas de redução da criminalidade que os policiais deverão seguir ainda não foram definidas. Elas serão determinadas em parceria com os institutos Sou da Paz e Falconi, através de um convênio com o governo do estado. O governador também não informou os critérios para a distribuição dos bônus.

"Vamos estabelecer as metas mais importantes para a população e, como resultado deste sistema de metas a serem atingidas por região, por tipo de delitos, é natural uma meritocracia, ou seja, uma bonificação. São um conjunto de medidas, vai até a criação de uma nova seccional em Campinas, um novo Deinter em Araçatuba", disse Alckmin sobre o pacote batizado de "São Paulo Contra o Crime" lançado nesta quarta.

Segundo ele, as metas e prazos da redução da criminalidade serão públicos. “Queremos resultado para a população na ponta, que é redução dos indicadores de criminalidade. É um misto: de um lado carreira, salário; de outro, estímulo", destacou.
Alckmin anunciou ainda o aumento do efetivo da Polícia Civil e da Polícia Técnico-Científica. A Polícia Civil deverá ganhar cerca de 3 mil novos agentes. Já a Polícia Técnico-Científica terá um incremento de 62%. “Serão ao todo 4.600, praticamente, policiais a mais nas polícias civil e técnico-científica", afirmou.

O governador pretende implantar as medidas no segundo semestre deste ano com o objetivo de diminuir os índices de criminalidade.

Quando questionado sobre o fim violência no estado, o governador disse que esse é um problema nacional. “Essa é uma guerra , é uma luta 24 horas, aliás, no país inteiro”, disse Alckmin.
Ele citou a responsabilidade do governo federal sobre a questão da segurança, a quem atribuiu omissão. “Uma situação geral: tráfico de drogas, tráfico de armas, omissão do governo federal, fronteiras totalmente abertas".

Sobre os índices de criminalidade no estado - alguns deles em alta -, Alckmin lembrou que em 2012 apenas São Paulo e Rio de Janeiro conseguiram baixas as estatísticas. Segundo ele, o número de homicídios, em alta desde julho do ano passado, cairá nos índices de violência em abril, que serão divulgados na próxima sexta-feira (25).

O governador anunciará oficialmente o novo pacote de segurança na manhã desta quarta, em evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.
  Transformando Sonhos em Realidade

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Projeto Jornada de Trabalho dos PMs é aprovado em 1º turno

 O PLC 33/12 estipula carga horária mínima e máxima de trabalho a integrantes da PM e do Corpo de Bombeiros Militar.

Com 41 votos favoráveis, foi aprovado em 1º turno, na forma do substitutivo nº 1, o Projeto de Lei Complementar (PLC) 33/12, do deputado Sargento Rodrigues (PDT), que regulamenta a jornada de trabalho de integrantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar. A votação foi realizada na Reunião Extraordinária de Plenário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na manhã desta quarta-feira (15/5/13).

A proposição original acrescenta artigo à Lei 5.301, de 1969, que contém o Estatuto do Pessoal da Polícia Militar de Minas Gerais. O acréscimo atribui aos comandantes-gerais da PM e do Corpo de Bombeiros o dever de regulamentar a jornada de trabalho dos militares do Estado, com definição de carga horária mínima e máxima. De acordo com o projeto, os comandantes-gerais terão 90 dias, contados da data de publicação da lei, para estipular essa carga horária semanal.

O substitutivo nº 1, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), transforma a matéria em um projeto de lei complementar autônomo, sem alterar o objetivo do projeto inicialmente proposto. A matéria segue agora para 2° turno nas comissões.

Comemoração - O deputado Sargento Rodrigues agradeceu a votação da proposição, que, segundo ele, traz mais dignidade para os policiais e bombeiros militares. O deputado Cabo Júlio (PMDB) e a deputada Maria Tereza Lara (PT) reforçaram as palavras do autor do projeto e manifestaram-se entusiasmados com a aprovação do texto.
  Transformando Sonhos em Realidade

sábado, 11 de maio de 2013

Rede Globo tenta desmoralizar a PM do Brasil!

Os ataques da Rede Globo contra as Polícias são tantos que disseram que a PM estaria em crise interna.

Materia publica da no GLOBO.COM esta totalmente errada a Policia Civil esta em crise e a Globo publica que: PM teria divulgado videos;


Entenda o caso.
O governo estadual atribui que o vazamento dos vídeos com imagens aéreas de operações policiais na favela do Rola, em Santa Cruz, e Coreia, em Senador Camará, foi motivado por uma disputa de poder entre dois pilotos do Serviço Aeropolicial (Saer) da Polícia Civil. A desavença citada pelo governo estadual ocorreu entre Adonis Lopes de Oliveira, que chefiava o Saer, e Ronaldo Ney Barboza Mendes.

Segundo policiais civis, o problema começou em junho do ano passado. Na época, Adonis queria demitir Ney por abandono de serviço, já que o piloto não tinha comparecido ao trabalho. Mas o pedido não foi acatado pela instituição, que deu férias ao piloto.

Quando voltou ao serviço, no mês seguinte, um novo desentendimento selou a saída de Ney do Saer. Numa operação na Vila Vintém, em Padre Miguel, Adonis teria advertido o piloto, pedindo mais movimentação ao helicóptero, para não virar alvo. Após a advertência, Ney começou a cantar e brincar com a tripulação. Como a ação foi filmada, ele foi desligado do Saer e passou a responder a sindicância na Corregedoria por ter procedido de forma inadequada. Ney também é investigado pela 32ª DP (Taquara) por vendas de aulas de voo.

A vingança de Ney
Após sua saída, o piloto disse a colegas que iria enviar à Corregedoria e à Assembleia Legislativa vídeos na favela do Rola, quando um morto teve o corpo carregado por policiais da Core para dentro de um bar, e da ação que resultou na morte do traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, baleado em maio de 2012, na Coreia.

— Ele falava isso para todo mundo no meio policial. Mas as pessoas achavam que era um blefe — disse um policial, que não se identificou.

Procurado, o piloto Ney não foi localizado pelo EXTRA para falar do assunto.
Um policial da Core, que estava na operação no Rola, falou sobre o vazamento.
— Colocamos a vida em risco e acontece isso. Estamos sendo crucificados.

  Transformando Sonhos em Realidade

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Concurso Polícia Federal 600 Vagas- Delegado;Perito e Escrivão


Adquira sua Apostila e saia na frente:


Será admitida a inscrição somente via Internet, no endereço eletrônico www.cespe.unb.br, solicitada no período entre 10h do dia 17 de maio de 2013 e 23h59min do dia 3 de junho de 2013,


 150 vagas de Delegado R$ 13.368,68

100 vagas de Perito  R$ 13.368,68
350 vagas de Escrivão  R$ 7.514,33

  Transformando Sonhos em Realidade

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Inscrição para Enem começa na segunda; redações com deboche serão anuladas

 Depois de redações escritas em tom de deboche no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o Ministério da Educação anunciou hoje as novas regras para a correção das redações do exame, que neste ano será realizado nos dias 26 e 27 de outubro.

As inscrições começam na próxima segunda-feira (13) e se estendem até o dia 27. A taxa de inscrição permanece a mesma, de R$ 35. A partir deste ano, contudo, ficarão isentos do pagamento da inscrição os participantes que tiverem uma renda familiar per capita mensal menor ou igual a 1,5 salário mínimo.

Apontada pelo ministro Aloizio Mercadante como o "ponto de atenção mais importante", a correção das redações passará a ter critérios mais rigorosos. Especificamente para coibir deboches (na edição 2012, um estudante escreveu uma receita de miojo; outro, o hino do Palmeiras), foi acrescido um item no edital, determinando a anulação de redações "que apresente parte de texto deliberadamente desconectado com o tema proposto".

Outra mudança será a ampliação dos casos em que um terceiro avaliador terá que examinar os textos, de forma independente. A nota da redação varia entre 0 e 1.000 pontos. Na última edição, se houvesse uma diferença de mais de 200 pontos entre as notas de cada um dos dois avaliadores iniciais, a redação seguia para avaliação de um terceiro avaliador. Agora, essa discrepância não poderá ser maior do que 100 pontos.

Mercadante também anunciou maior rigor no acompanhamento de avaliadores. Em 2012, os avaliadores que tiravam um nota inferior a 5 numa escala de 0 a 10 eram eliminados, e substituídos por outros. Agora, qualquer desempenho abaixo de 7 resultará em troca do avaliador. O desempenho dos avaliadores é monitorado de forma online, durante as correções, com base num conjunto de 33 parâmetros definidos pela organização do Enem.

A expectativa do ministério é de que até 6,1 milhões de estudantes se inscrevam no exame - o que representaria um crescimento de 5% em relação ao ano passado.

Apesar do aperto nas regras, continuará aberta a possibilidade de um estudante tirar nota máxima na redação, ainda que cometa um erro crasso de ortografia, por exemplo. Segundo o ministro, esse tipo de situação deverá ser analisada caso a caso. Pelas novas regras, "desvios gramaticais ou de convenções de escrita serão aceitos como excepcionalidade e quanto não caracterizarem reincidência".
  Transformando Sonhos em Realidade
Ou seja, os avaliadores deverão entender como uma exceção um erro específico de um estudante que tenha escrito uma redação excelente.

"É como no futebol. A regra é clara, mas o árbitro pode ter interpretação diferente", disse Mercadante, durante entrevista à imprensa, na qual detalhou o Enem 2013.
O edital do exame será publicado nesta quinta-feira (9). No dia 26 de outubro, entre 12h e 17h30 (horário de Brasília) serão realizadas as provas de Ciências Humanas e Ciências da Natureza. No dia seguinte, entre 12h e 18h30, os estudantes terão que fazer, além da redação, as prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e de Matemática.

Como reduzir gordura abdominal e celulite?

 
O maior desejo de todas as pessoas que praticam exercícios por estética é se livrar da gordura acumulada na barriga e também da celulite que se forma nas partes onde há muita gordura (barriga, coxas, bumbum, etc.).

Porém, perder barriga e celulite são um dos objetivos mais difíceis de alcançar, afinal, exige muita disciplina, treinos intensos e alimentação regrada. Todos esses fatores necessitam de uma orientação profissional, afinal, pessoas que tentam fazer treinos e dietas por si só, raramente alcançam bons resultados, entrando em métodos malucos, incorretos ou da moda, e desanimam ao perceber que o resultado demora em vir, não vem ou pior: vem ao contrário!
Então, trago aqui para os leitores as dicas mais eficazes de como ter bons e rápidos resultados na hora de eliminar gordura abdominal e celulite. Tome nota:

1-        Aeróbios

Os exercícios aeróbios são excelentes para agilizar a queima de gordura, seja abdominal ou celulite (esta nada mais é do que nódulos de gordura acumulados junto com água sob a pele), afinal, o gasto calórico é alto durante esse tipo de treino, então, converse com seu professor de inclua um programa de aeróbios focando em queima de gordura;

2-      Capriche nos treinos de musculação (ou com pesos)

Os treinos de musculação são os mais eficientes para quem deseja aumentar os músculos, então, seja frequente neles. Quem deseja um corpo mais tonificado, durinho e definido, tem que puxar ferro! Não tenha preguiça, vá de 3-4x/semana no mínimo e sempre aumente suas cargas. Se você mantém a mesma carga por meses, seus músculos ficarão iguais por meses, então, se quer mais músculos, coloque mais carga (claro, sempre aumentando aos poucos para não ganhar lesões). O aumento de massa muscular irá facilitar a queima de gordura, até mesmo em repouso, pois um corpo mais musculoso tem o metabolismo mais acelerado, facilitando o desenho abdominal;

3-      Exclua açúcar e farinha branca

Açúcar e farinha branca disparam a produção de insulina, facilitando acúmulo de gordura abdominal e bumbum, então, devem ser excluídos da alimentação. Além de tudo, fermentam e estufam em excesso quando são consumidos, um prato cheio para dilatação de estômago e aumento da barriga. Consumo produtos light/diet e farinha integral no lugar da refinada;

4-      Aumente o consumo de proteínas magras

Dietas ricas em proteínas magras aceleram o metabolismo, aumentam a queima de gordura, favorecem a saciedade e evitam fermentação (consumir muitos alimentos que fermentam, auxilia no aumento da barriga);
 http://www.clubdofitness.com.br/wp-content/uploads/2013/02/407578_423356011053441_923622893_n.jpg

5-      Consuma carboidratos de baixo índice glicêmico

Por demorarem mais para virar glicose sanguínea, carboidratos de baixo índice glicêmico são excelentes para repor sua energia, glicogênio e não causar picos de insulina no sangue (evitando assim acúmulo de gordura). Então consuma mais cereais integrais e frutas com casca;

6-      Não fique muito tempo sem comer

Passar mais do que 3 ou 4 horas sem comer, pode aumentar o acúmulo de gorduras no corpo e também deixar seu metabolismo mais lento, então, corte esse hábito fazendo de 5-6 refeições ao longo do dia. Nunca saia sem tomar um bom café da manhã e nunca durma sem ter feito uma refeição leve rica em proteínas e gorduras boas. Outra: quem fica muito tempo sem comer, a tendência é chegar na próxima refeição com muita fome, ingerindo grandes quantidades, o que favorece dilatação do estômago;

7-       Aumente o consumo de água

Pouca água favorece o aparecimento de celulite, afinal, as toxinas começam a ser acumuladas no sangue e sob a pele. Então, para ter um bom funcionamento intestinal (intestino preso também aumenta a barriga) e de eliminação de toxinas, beba mais água!
  Transformando Sonhos em Realidade


REFERÊNCIAS:
KLEINER, Susan M.; GREENWOOD-ROBINSON, Maggie. Nutrição para o treinamento de força. São Paulo. Editora Manole, 2002.
BIESEK, Simone; GUERRA, Isabela, ALVES, Letícia Azen. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. Editora Manole, 2005.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

CFES PMMG 2013: 02 Meses e Meio - 3965 Cabos Comemoram....



Adquira sua Apostila CEFS 2013 e saia na frente:


 RESOLUÇÃO Nº 4248, DE 6 DE MAIO DE 2013.

Altera o artigo 4º e Anexo Único da Resolução nº 4.223, de 18 de julho de 2012, estabelecendo, em caráter excepcional, o funcionamento do CEFS 2013 na modalidade semi-presencial.

O COMANDANTE-GERAL DA POLÍCIA MILITAR DE MINAS GERAIS, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 6º, inciso VI, do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 18.445, de 15Abr77 (R-100), e considerando:

1. as Diretrizes da Educação de Polícia Militar (DEPM), aprovadas pela Resolução nº 4.210, de 23abr12;

2. as recentes modificações na Lei n.º 5.301/69 produzidas pela Lei Complementar (LC) n.º 125/12, em especial à relacionada ao interstício para a promoção por tempo de serviço dos cabos da Instituição, o que resultou no aumento significativo do número de militares em condições de convocação;
3. que se trata de uma demanda momentânea, mas extremamente importante para o bom funcionamento das Unidades da PMMG;

RESOLVE:

Art. 1º - Alterar o artigo 4º da Resolução 4.223/12 que passa a vigorar com a seguinte redação:

Art. 4º. Conforme previsto na legislação em vigor, o curso específico, para atender à promoção por tempo de serviço dos cabos, será o Curso Especial de Formação de Sargentos (CEFS), que terá a duração de cinco meses e será realizado, excepcionalmente em 2013, na modalidade semi-presencial.

I - O CEFS funcionará de forma descentralizada, em todo Estado, sob coordenação da APM, no período de julho a dezembro de 2013.
II - A estrutura do curso terá dois meses e meio de aulas em regime acadêmico com aulas presenciais e dois meses e meio com aulas à distância.
III - Todo efetivo convocado para o curso fará matrícula no período estipulado no Edital, bem como terá aula inaugural, solenidade de formatura e Ato Final de Curso nas mesmas datas.
IV - Para a execução do curso o efetivo convocado será dividido em dois grupos de igual quantidade de discentes sendo que o primeiro grupo fará o ciclo presencial do início à metade prevista para o curso enquanto o outro grupo cursará o ciclo à distância no mesmo período. Ao término da primeira etapa haverá a inversão dos grupos nos ciclos presencial e à distância.
V - Questões pedagógicas relativas à operacionalização do modelo de curso serão dirimidas pela APM.
Parágrafo único - Durante o período a distância o militar matriculado cumprirá carga horária de trinta horas semanais, sendo as 10 horas semanais restantes destinadas a estudo.
Art. 2º - Alterar o Item VI, do Anexo Único da Resolução 4.223/12 que passa a vigorar com a redação abaixo:

 Art. 3º - Esta Resolução entra em vigor nesta data.
QCG em Belo Horizonte, 06 de maio de 2013.
(a)MÁRCIO MARTINS SANT’ANA, CORONEL PM
COMANDANTE-GERAL
  Transformando Sonhos em Realidade