Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Formatura Soldados da PMMG 2014

FORMAÇÃO DE NOVOS SOLDADOS DA PMMG

Hoje, 14 de novembro, a Escola de Formação de Soldados entregará para a sociedade mineira 1.908 novos soldados que atuarão na promoção da segurança pública, em conformidade com os princípios dos Direitos Humanos e os pressupostos da Polícia Comunitária.

O Curso Superior de Tecnologia em Atividades de Polícia Ostensiva/Curso de Formação de Soldados (CSTAPO/CFSd) foi elaborado em conformidade com a legislação em vigor, considerando as mudanças nos quesitos para ingresso na carreira policial militar, instituída pela Emenda à Constituição do Estado nº 83/10, que prevê a exigência do Ensino Superior para ingresso na carreira das Praças, conforme previsto no artigo 6º da Lei Complementar 115/10, com a possibilidade de admissão do nível médio de escolaridade, submetendo-se o discente ao curso de formação inicial de nível superior promovido pela Instituição.

O CSTAPO/CFSd teve início em 06 de janeiro do corrente ano, com uma nova proposta de matriz curricular para a formação do soldado na PMMG, que foi planejada em conformidade com as diretrizes estabelecidas na Matriz Curricular Nacional para ações formativas de profissionais de Segurança Pública. Realizado de forma presencial, com duração de 11 (onze) meses, em horário integral, de forma a perfazer um total de 1922 horas-aula, entre aulas teóricas e práticas, sendo o dia letivo composto de 08 (oito) horas de trabalho. Foi estruturado a partir dos eixos profissionais, legal, técnico e ético, orientados pela SENASP, e áreas temáticas destinadas a acolherem os conteúdos necessários para a formação básica do policial militar.

No eixo legal foram agrupadas as disciplinas de conteúdos conceituais, como leis, teorias e princípios, diretamente relacionados à compreensão do sistema de segurança pública, suas nuances e os fundamentos do campo conceitual legal como subsidiador do eixo técnico da profissão e norteador da atividade policial. Este eixo é responsável pelo desenvolvimento do pensamento por meio da pesquisa e da organização do conhecimento que habilitam o discente a pensar de forma crítica e criativa.

No eixo técnico foram agrupadas as disciplinas de conteúdos procedimentais, diretamente relacionadas ao “saber fazer” da profissão policial, que preveem a compreensão dos conhecimentos teóricos em prática responsável, refletida e consciente. No eixo ético foram agrupadas as disciplinas de conteúdos atitudinais diretamente relacionadas ao “saber ser”, responsáveis por estimular a percepção da realidade e o desenvolvimento das potencialidades individuais (conscientização de si próprio) interação do grupo (observância às diferenças), bem como por fomentar a postura reflexiva do papel do policial perante a sociedade e a instituição.

Além das disciplinas que compõem as áreas temáticas, o CSTAPO/CFSd contou com o desenvolvimento de atividade prática profissional que objetivou enriquecer o processo de ensino-aprendizagem, contribuindo para o desenvolvimento de competências profissionais, socialmente contextualizadas, por meio de experimentos e vivências acadêmicas, internos ou externos ao complexo da Academia de Polícia Militar.

As atividades práticas aconteceram durante o ano letivo, intercaladas às aulas, objetivando uma articulação entre teoria e prática e atendendo ao princípio da interdisciplinaridade, principalmente por meio da prestação de serviços à sociedade, em atividades de policiamento ostensivo e nas atividades administrativas que caracterizam a rotina de serviço interno de uma unidade.

As experiências vivenciadas foram discutidas em conjunto com os Oficiais da Escola e os professores das diversas áreas, com o propósito de suscitar a análise crítica para os atores sociais que interferem nos resultados da atividade policial, dirimir dúvidas e propor novas abordagens para a solução de problemas.

O corpo docente, composto por professores civis e militares com formação mínima de graduação, passou por um processo de credenciamento e seleção, conforme edital especifico e foram submetidos a um processo contínuo de capacitação e atualização no intuito de prepará-los para atuarem como facilitadores na construção do conhecimento, respeitando o alinhamento entre as atividades didáticas e a doutrina institucional.

A partir da implementação desse novo modelo de curso em nível superior de tecnologia, a PMMG consolida o processo de valorização e qualificação do seu público interno, oferecendo à comunidade profissionais mais capacitados para o exercício da atividade de manutenção e preservação da ordem pública, enfocados no respeito aos direitos, liberdades e garantias fundamentais. O referido curso atendeu às exigências legais, bem como às aspirações da comunidade, no tocante ao anseio por profissionais cada vez mais qualificados.

FONTE:ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL - EFSD.
Adicionar legenda

Nenhum comentário:

Postar um comentário