Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

quinta-feira, 23 de março de 2017

Polícia Civil - MT divulga edital Concurso Público para Delegado

Sob organização do Cebraspe/Cespe, a Polícia Judiciária Civil do Mato Grosso, anuncia a realização de novo Concurso Público destinado à formação de cadastro reserva no cargo de Delegado, com remuneração inicial de R$ 19.316,49, correspondente a jornada de 40h semanais, de dedicação integral.

Podem se inscrever candidatos que tenham: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharelado em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); Estejam quites com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino; com as obrigações eleitorais; Tenha o requisito exigido para o exercício do cargo; Idade mínima de 21 anos completos e idade máxima de 45 anos à data do encerramento das inscrições no concurso, além de não registrar antecedentes criminais, e atender aos demais requisitos exigidos no edital.
As inscrições vão iniciar às 10h do dia 27 de março de 2017, e seguem até às 18h do dia 02 de maio de 2017, sendo realizadas exclusivamente pela internet no endereço eletrônico www.cespe.unb.br. A taxa de participação é de R$ 180,00.

Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa, exceto para os candidatos que percebam até um salário mínimo e meio; estejam desempregados; e também os doadores de sangue. É necessário entregar pessoalmente ou por terceiro ou enviar via postal, a documentação comprobatória, até o dia 02 de maio de 2017.
Como forma de classificar os inscritos serão realizadas as seguintes fases: Provas Escritas Objetivas, Provas Escritas Dissertativas; Prova Oral; Avaliação de Títulos; Exame de saúde; Teste de aptidão física; Avaliação psicológica e Investigação social. Todas as avaliações ocorrem na cidade de Cuiabá - MT, sendo que a primeira etapa está prevista para o dia 09 de julho de 2017, e terá duração de 4 horas.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Concurso Polícia Federal 2017 - PF

 Concurso Polícia Federal 2017 - PF

Excelente notícia para você que aguarda ansiosamente pelo Concurso da Polícia Federal! Enfim o Concurso PF 2017 foi autorizado e, além, dos cargos já previstos (Delegado e Perito), o Concurso da Polícia Federal 2017 vai contar com os cargos de Agente e Escrivão!

Adquira sua Apostila e saia na frente!


A expectativa para o Concurso da Polícia Federal 2017 é de que sejam preenchidas 491 vagas para cargos de Delegado e 67 para Perito, cuja remuneração inicial chega a R$ 22.102,37. Ainda segundo informações recentes da PF, a intenção é preencher também um total de 1.200 
vagas voltadas aos cargos de Agente e Escrivão, sendo 600 vagas para cada.

Com os reajustes salariais aprovados, os cargos de Delegado e Perito contarão com aumentos, em janeiro de 2018 e janeiro de 2019, quando passarão respectivamente, para R$ 23.130,48 e R$ 24.150,74, com os complementos, para jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Diferente de outros órgãos que necessitam de autorização do Ministério para abertura de concursos, a Polícia Federal, com base no decreto n° 8.326, tem autonomia para autorizar novos certames, apenas necessitando da confirmação do MPOG quanto a existência de verba.

A banca organizadora que normalmente é responsável pelos Concursos da Polícia Federal é a já conhecida banca Cespe/UnB e para ser aprovado o concursando deverá passar por diversas etapas como prova objetiva e discursiva, prova de aptidão física, exame médico, avaliação psicológica, avaliação de títulos e, por fim, curso de formação profissional. Existem ainda provas específicas para Escrivão, onde os candidatos serão submetidos à prova de digitação e também para os candidatos que concorrem a uma das vagas para Delegado, que serão submetidos a prova oral.

Cargos deste Concurso

Delegado

O cargo de Delegado da Polícia Federal exige que o candidato possua formação de bacharelado em Direito, além de experiência mínima de três anos em atividade jurídica ou policial. Além disso é necessário carteira de habilitação, categoria "B".

As atribuições direcionadas aos delegados da PF estão diretamente ligadas à classe a que o profissional está inserido.

A remuneração oferecida, após os reajustes aprovados, a um Delegado da PF varia de acordo com a sua classe, sendo assim, para a segunda categoria, cujo atual é de R$17.788,34, passará a R$ 22.655,68 em 2017, R$ 23.710,07 em 2018 e R$24.756,42 em 2019. Para a primeira categoria, que atualmente conta com R$ 20.714,69, irá para R$ 25.897,24 em 2017, R$27.105,60 em 2018 e R$ 28.304,74 em 2019. Finalmente, na classe especial, com R$ 23.263,00, o valor passará para R$ 28.720,24 em 2017;R$30.062,70 em 2018 e R$ 31.394,91 em 2019.
A progressão profissional de um Delegado acontece ao longo dos anos de trabalho e servidor pode chegar ao último nível de classificação, que seria Classe Especial - Padrão III no período aproximado de 20 anos.

A carga horária de trabalho semanal para o Delegado da Polícia Federal será de 40 horas, onde o profissional irá trabalhar 24 horas seguidas e depois terá o descanso de 72 horas.

Perito

Para se candidatar a uma das vagas de Perito da Polícia Federal o concursando deve ter nível superior de formação em algumas das seguintes áreas:
  • Química;
  • Química Industrial;
  • Física;
  • Geologia;
  • Farmácia; 
  • Ciências Contábeis;
  • Ciências Biológicas;
  • Engenharia Civil;
  • Engenharia Ambiental;
  • Engenharia Elétrica;
  • Engenharia Eletrônica;
  • Engenharia de Redes de Comunicação;
  • Engenharia Mecânica;
  • Engenharia Mecatrônica;
  • Engenharia Química;
  • Engenharia Agronômica;
  • Engenharia Florestal;
  • Engenharia Cartográfica;
  • Engenharia de Minas;
  • Medicina Veterinária;
  • Ciências da Computação;
  • Processamento de Dados;
  • Análise de Sistemas;
  • Informática;
  • Sistemas de Informação;
  • Engenharia da Computação;
  • Engenharia de Telecomunicações;
  • Biomedicina;
  • Medicina;
  • Odontologia;
  • Ciências Econômica.
Além da formação de nível superior o candidato deverá possuir habilitação, no mínimo, categoria "B".

Assim como no cargo de Delegado os Peritos da PF têm suas funções e remuneração diretamente ligadas à classe à qual pertencem.

A remuneração do Perito da PF segue o mesmo padrão dos Delegados e é estabelecido de acordo com a classe de atuação do profissional, sendo R$ 22.655,68 na segunda categoria, R$ 25.897,24 para a primeira e na classe especial o servidor terá vencimentos de até R$ 31.394,91. 

A jornada de trabalho de um perito da PF, assim como no caso do cargo de delegado é de 40 horas semanais, sendo 24 horas de trabalhos seguidas e depois 72 horas de descanso.

Agente e Escrivão de Polícia Federal

Os cargos de Agente e Escrivão são sempre muito concorridos, para Agente no último concurso realizado em 2014, foram registrados aproximadamente 100 mil inscritos. Para se candidatar a uma das vagas para ambos os cargos é preciso ter ensino superior completo em qualquer área de formação.
Com o reajuste que passou a vigorar a partir do último dia 1º, a remuneração inicial de Agente e Escrivão foi para R$11.897,86, já incluindo o auxílio-alimentação. O inicial sobe para R$12.441,26 em 2018 e para R$12.980,5 em 2019. Tantos os requisitos quanto os salários são os mesmos para Papiloscopista, único cargo policial sem planos para concurso.

Agente Administrativo

Para concorrer a uma das vagas de Agente Administrativo da Polícia Federal o concursando deve ter nível médio de escolaridade completo. Para esse caso não há limite de idade. É importante lembrar que um Agente Administrativo da PF, apesar de atuar em um órgão policial não é um policial e que também esse profissional não terá porte de armas.

As principais atribuições de um Agente Administrativo da Polícia Federal estão em torno de atividades administrativas como contato com as autoridades de diversas hierarquias e o auxílio em atividades que visam a implementação de leis, regulamentos e normas referentes à administração geral e específica.



Caixa Econômica Federal abre Processos Seletivos para Estudantes de todo o Brasil

Destinados a formar reserva técnica de Estagiários com nível médio, técnico e superior dois novos Processos Seletivos são realizados pela Caixa Econômica Federal.

Para os estudantes que estejam cursando Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Ensino Médio; ou Técnico em Finanças, Secretariado e Administração integrados ao Ensino Médio, as oportunidades são para cidades dos seguintes estados: Acre; Amapá; Amazonas; Pará; Rondônia; Roraima; Tocantins; Alagoas; Bahia; Ceará; Maranhão; Paraíba; Pernambuco; Piauí; Rio Grande do Norte; Sergipe; Brasília; Goiás; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Espírito Santo; Minas Gerais; Rio de Janeiro; São Paulo; Paraná; Rio Grande do Sul; e Santa Catarina.

Vale ressaltar que a seleção de estudantes do Técnico e Técnico integrado ao ensino médio em Informática, destinam-se somente para Brasília e Rio de Janeiro.

Já os graduandos de Arquitetura e Urbanismo e Engenharias Civil, Ambiental, Elétrica, Agrônoma/ Agrícola, Mecânica, e de Telecomunicações vão estagiar em cidades nos estados a seguir discriminados: Acre; Alagoas; Amazonas; Amapá; Bahia; Ceará; Distrito Federal; Espírito Santo; Goiás; Maranhão; Minas Gerais; Mato Grosso do Sul; Mato Grosso; Pará; Pernambuco; Paraíba; Paraná; Rio de Janeiro; Rio Grande do Norte; Rio Grande do Sul; Santa Catarina; Roraima; Rondônia; Sergipe; São Paulo e Tocantins.

A remuneração mensal dos novos Estagiários é de R$ 500,00 a R$ 1.000,00, referente a jornada semanal de estágio correspondente a 25 horas semanais. Haverá também auxílio transporte de R$ 130,00 mensal.

Interessados deverão realizar as inscrições a partir de hoje, 16, até o dia 03 de março de 2017, através do site do CIEE - Centro Integração Empresa Escola, no endereço eletrônico www.ciee.org.br.

Os inscritos realizarão provas com 30 questões e os que obtiverem nota mínima igual ou superior a 50% do total de pontos farão Entrevista pessoal estruturada na unidade da CAIXA.