Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Concurso Polícia Civil-SP 2018: saiu autorização para 2.750 vagas


Está próximo o novo concurso PC SP (Polícia Civil do Estado de São Paulo)!

No dia 01 de novembro, o governador Geraldo Alckimin assinou a autorização de novo concurso visando o preenchimento de 2.750 novas vagas para a PC SP! As oportunidades serão para candidatos de nível médio e superior com salários de até R$ 10 mil!




Adquira sua Apostila e saia na frente!
Previsão do edital
O órgão conta com um pedido, que tramita desde maio, na Secretaria de Gestão Pública (SGP SP) para o preenchimento de 3.910 vagas em 2017.

Uma vez que o certame está autorizado, o próximo passo é definir a comissão dos concursos, para que a publicação dos editais possa ocorrer já a partir de dezembro de 2017, conforme anunciado pelo secretário de segurança pública, Mágino Alves Barbosa Filho, em 24 de outubro, durante evento de inauguração da delegacia de Araçariguama.

Ainda segundo o secretário de segurança os editais devem ser divulgados em um mês ou 40 dias e as vagas preenchidas até 2018.  Portanto é hora de dar intensificar os estudos para garantir uma das vagas!

Vagas e salários
As vagas que serão abertas são para cargos com exigência de ensino médio e superior. A expectativa é de que sejam divididas entre os seguintes cargos:
– Escrivão (800 vagas – Nível Superior em qualquer área);
– Investigador (600 vagas – Nível Superior em qualquer área);
– Agente Policial (400 vagas – nível médio);
– Agente de Telecomunicação (300 vagas – nível médio);
– Delegado (250 vagas – Nível superior em Direito);
– Auxiliar Papiloscopista (200 vagas – nível médio);
– Papiloscopista (200 vagas – nível médio).

As remunerações para os cargos de nível médio variam de R$ 3.428,38 a R$ 4.086,56. Valores que incluem os adicionais.

Já para os cargos de nível superior os salários variam de R$ 4.194,76 a R$ 10.142,55, também considerando o adicional de insalubridade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário