Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Concurso Soldado PMMG 1900 vagas Autorizado !!!

A Câmara de Orçamento e Finanças (COF) autorizou essa semana o concurso para o preenchimento de 1900 vagas para soldado da Polícia Militar de Minas Gerais. 

Adquira sua Apostila e saia na frente!
Segundo informações, 1500 serão destinadas para c Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) e 400 serão para o interior do Estado.

Ainda não há data para a divulgação do edital, mas geralmente a PMMG não costuma demorar na elaboração do edital, que pode até sair no mês de maio, ou no início de junho, pois a previsão da PM é de que todas as fases do concurso sejam concluídas até janeiro de 2019, quando deverá iniciar o curso de formação.

São requisitos legais para ingresso na PMMG, previsto no art. 5º da Lei nº 5.301, de 16/10/1969: 
a) ser brasileiro(a); 
b) possuir nível superior de escolaridade; 
c) estar quite com as obrigações eleitorais e militares; 
d) ter entre 18 (dezoito) e 30 (trinta) anos de idade na data da inclusão. 
e) possuir idoneidade moral; 
f) ter altura mínima de 1,60m (um metro e sessenta centímetros); 
g) ter sanidade física e mental; 
h) ter aptidão física;  
i) ser aprovado em avaliação psicológica; 
j) não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes, tatuagem visível que seja, por seu significado, incompatível com o exercício das atividades policial militar; 

k) não ter sido demitido da PMMG, de outra instituição militar estadual ou das Forças Armadas; não ter dado baixa no conceito "C" nos termos do Código de Ética e Disciplina dos Militares do Estado de Minas Gerais; não ter sido exonerado ou demitido da PMMG ou do Corpo de Bombeiros Militares de Minas Gerais com base no art. 146, incisos II, III, IV ou V, letra "a" e "caput" do art. 147, da Lei nº 5.301, de 16 de outubro de 1969. 
 
 

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Concurso INSS 2018 é analisado com 7.580 vagas! Até R$10.616,14


Solicitação de concurso é analisada pelo Ministério do Planejamento; Edital pode ser autorizado no segundo semestre.


Adquira sua Apostila e saia na frente!



O Instituto Nacional do Seguro Social solicitou ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) a abertura de um novo concurso público (Concurso INSS 2018/2019) para 7.580 vagas. Sem autorização, o presidente do INSS, Francisco Lopes, e o diretor de Gestão de Pessoas, Alexandre Guimarães, mostraram grande preocupação com o atual quadro de servidores da instituição.

Na última semana, nos dias 24 e 25 de abril, foram realizadas duas reuniões com a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (FENASPS). Na reunião da terça-feira, 24, o presidente informou que o déficit atual do INSS é de 16 mil servidores. Já na quarta-feira, 25, foi a vez do secretário Alexandre Guimarães reunir com os federados. Ele disse que “está muito preocupado com o número expressivo de servidores que deixarão a casa no próximo período”.

No início de abril, representantes da Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (FENAPS) estiveram em reunião na Secretaria de Gestão de Pessoas do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (SGP/MPDG). Na pauta, estavam os temas de reajustes salariais, planos de saúde, cumprimentos de acordo de greve e abertura de novo concurso público.

Os representantes da Federação reafirmaram a necessidade de concurso público do INSS frente ao caos generalizado em que se encontram os postos de trabalho e o atendimento à população nas políticas públicas da base da federação. Reivindicou ainda que fossem empossados os excedentes dos últimos concursos.

Em resposta, o Planejamento afirmou categoricamente que não há possibilidade de convocação dos excedentes dos últimos concursos em função da expiração dos prazos legais definidos em edital. Em relação a novos concursos, o Planejamento informou que o pedido de concurso INSS 2018 será encaminhado para as demandas prioritárias deste ano. A possibilidade de atender as vagas ainda é remota pelas questões envolvendo a intervenção militar no RJ e a operação “Carne Fraca”, que remanejaram recursos dos concursos. No entanto, a expectativa é que o certame possa ser autorizado.