Pesquisar este blog

Área Militar

Curta a Fan Page: Martins Concursos

Siga no Twitter

WhatsApp

http://whats.link/apostias

sábado, 14 de dezembro de 2019

Concurso Soldado PMMG previsto para 2020


Polícia Militar acumula um deficit de 16 mil policiais, tendo registrado, só em 2019, a evasão de 1.465 servidores, com a inclusão de apenas 36 novos.

A recomposição do quadro funcional está sendo discutida com o governo, de acordo com o Coronel Comandante da PMMG.


Adquira sua Apostila e saia na frente!


Ele acrescentou que há previsão de realização de novo concurso público no próximo ano e novas turmas de formação de policiais deverão se iniciar em fevereiro e maio de 2020.

A autorização de um novo concurso público com cargos para soldados da PMMG já foi solicitada e deve ser concedida até janeiro de 2020, de acordo com ofício encaminhado ao Secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Alexandre Levy Reis.

 


O último concurso PM MG teve seu edital publicado no ano de 2018. Na ocasião, foram ofertadas 1.560 vagas. O objetivo era iniciar o Curso de Formação no primeiro semestre de 2019.

No mês de outubro de 2018, os candidatos às vagas reservadas para Belo Horizonte, foram convocados para a segunda etapa do certame.


Era previsto que o resultado final das vagas para a capital e a convocação para o Curso de Formação ocorressem no mês de fevereiro, com início do curso no dia 11 de fevereiro.

Porém com a suspensão, a seleção só será retomada agora em 2020. Para concorrer ao concurso PM MG, foi necessário o candidato ter nível superior completo, idade entre 18 e 30 anos e altura mínima de 1,60m.

Os pré-requisitos devem ser mantidos para o próximo concurso. O salário inicial para o cargo de Soldado, é de R$ 3.278,74 conforme cronograma de reajuste o salário do Soldado ao fim dos reajuste será de R$ 5.809,40 . 

Previsão da recomposição salarial


De acordo com o governo, as perdas salariais acumuladas são entre janeiro de 2015 e agosto de 2019 e, atendendo às reivindicações, assumiu o compromisso de fazer a recomposição das perdas inflacionárias com reajustes em:

13% na folha de julho de 2020;
12% na folha de pagamento de setembro de 2021; e
12% na folha de pagamento de setembro de 2022.


Nenhum comentário:

Postar um comentário